quarta-feira, 18 de maio de 2011

terceiro episodio de sobrenatural

Antes de começar a comentar o episódio, lá vamos nós a mais uma lição de catequese. O arcanjo Rafael é um dos principais anjos de Deus e tem o poder da cura. Segundo a mitologia católica, Rafael é o anjo que tem o trabalho de curar as pessoas ao invés de Deus, sendo um dos seus ‘braços direitos’ para a gestão da Vida.
Caminhos diferentes, foi isso que aconteceu com os dois irmãos. Vou dividir este review em duas partes, sendo mais fácil assim para falar sobre cada um dos Winchester, mas antes quero falar sobre a cena de abertura. Os Simple Plan deram um dos melhores inícios de episódio dos últimos tempos na série, com a diferença entre as duas vidas dos irmãos, em que cada pormenor foi bem pensado (como a limpeza da mesa versus carro). Sam está agora num bar a tentar refazer a sua vida, embora isso seja praticamente impossível. Achei a sua serenidade e crença na presença de Jessica um pouco irreal. Sendo caçador das forças do mal ele já devia saber que esses jogos mentais não passam disso: jogos mentais. Quando a Jessica apareceu pela primeira vez (eu já sabia, assim como a maioria, que a actriz iria fazer uma participação especial) pensei logo que era o Lúcifer, e pelos vistos não fui surpreendido. A revelação de que o Sam é o recipiente do Diabo também não é algo que se possa dizer que seja surpreendente, visto que desde que a quarta temporada acabou, essa era uma das principais teorias que percorria a Internet. Com Dean a ser o recipiente de Miguel (o único anjo que pode mandar Lúcifer outra vez para o Inferno) e Sam do Diabo, adivinha-se uma Guerra entre os dois irmãos em que os dois devem sair bastante magoados (fisicamente e psicologicamente).
Entretanto, Dean continua a fazer da sua vida uma caça às forças do mal até que tem mais uma visita do Castiel. O anjo diz que a única pessoa que pode saber do paradeiro de Deus é o arcanjo Rafael. Antes do encontro com o arcanjo, ainda há tempo para grandes momentos de comédia com o Castiel a substituir o Sam como agente disfarçado e uma visita a uma casa de meninas. Foi importante para o Dean divertir-se um bocado, pois tal como ele disse, isso já não acontecia há muitos anos (uns quarenta, visto que foi esse o tempo que ele esteve no Inferno a ser torturado e a torturar). Chegamos então ao esperado encontro com Rafael e o arcanjo lança a bomba: Deus está morto! Claro que isso deve ser mentira, o próprio Eric Kripke disse que Deus seria uma personagem nesta quinta temporada. Mas as revelações não se ficam por aí quando Rafael levanta a teoria de ter sido Lúcifer a ressuscitar Castiel. A minha teoria continua a ser Deus foi quem salvou Castiel e quem colocou os irmãos no avião, pois não faria sentido o Lúcifer mandá-los para o avião quando tinha a oportunidade de usar o seu recipiente no momento em que saísse, a não quer queira primeiro fazer os tais jogos mentais.
. Algo me diz que o próximo episódio, intitulado ‘The End’, vai ser um marco para a história de Supernatural. Estou ansioso que chegue sabado! aqui as fotos!










2 comentários:

  1. eu nunca vi "supernatural" na SBT só em DVD que meu pai comprou

    ResponderExcluir
  2. passa sim toda sexta feira as 3:00 da manhã! no sbt

    ResponderExcluir